Ajuda
desconto

home > ingredientes > queijo-gorgonzola

Queijo Gorgonzola

Origem do queijo gorgonzola

A história do queijo gorgonzola é quase tão boa quanto seu sabor. A lenda conta que ele foi criado por descuido de um queijeiro amador: ao ter deixado uma parte do leite azedar, misturou uma porção de leite fresco ainda quente para que seu patrão não percebesse. O resultado é essa verdadeira iguaria que levou então o nome da sua cidade italiana de origem.

Verdade ou não, o fato é que esse queijo azul tem séculos de sucesso no seu currículo. E não é à toa. O tipo manda bem em termos de sabor, tem uma textura incrível e ainda garante uma série de nutrientes importantes para saúde, como cálcio e proteínas. Simplesmente, tudo de bom.

É realmente um queijo que tem mofo?

Sim, é verdade. A mistura de leites forma uma coalhada com bolhas de ar, que logo são tomadas por um fungo de coloração verde-azulada que torna esse queijo tão peculiar e cobiçado desde o século X.

Qual o fungo do queijo gorgonzola?

Esse mofo é chamado de “penicilium roqueforti”, presente também no queijo Roquefort. Basicamente a diferença entre esses dois queijos é o leite – de vaca, no caso do gorgonzola; e de ovelha, no Roquefort. E pra quem torce o nariz, saiba que não é preciso se preocupar: é seguro comer queijo gorgonzola (e delicioso, além de fazer bem pra saúde!).

O que se come com queijo gorgonzola?

Uma coisa é unanimidade: ele nunca passa despercebido por onde passa, graças ao gosto e aroma marcantes e cheios de personalidade. Se a ideia é harmonizar, o sabor do gorgonzola combina muito bem com torradas no azeite, massas em geral e também frutas frescas como maçãs, peras e uvas. Bem italiano, né?

E não para por aí: ele é ótimo como aperitivo puro, combinado com mel, em molhos e cremes, sopas, tortas, bruschettas, patês e muito mais!

Uma dica dos especialistas é retirá-lo da geladeira meia hora antes de consumir, para intensificar o sabor e deixar a textura mais cremosa.

Na Liv Up, você encontra um gorgonzola especialíssimo. Além de ser um ingrediente de alta qualidade, é um dos poucos realmente clean label, não usando natamicina em sua composição. É o match perfeito para sua tábua de frios, para casar com um vinho gostoso (a indicação são os vinhos tintos frisantes, vinho do Porto ou vinhos branco bem aromáticos) ou pra dar um up nas suas receitas.



O que é que o queijo gorgonzola tem?


Fornece cálcio

É ótima fonte de proteínas

Amigo da saúde bucal


Porção de 100g Total VD*
valor energético 453,0 kcal 22,6 %
carboidratos 1,7 g 0,6 %
proteínas 35,6 g 47,4 %
gorduras totais 30,0 g 54,5 %
gorduras saturada 19,1 g 86,7 %
gorduras trans 1,2 g ** %
fibra alimentar 0,0 g 0,0 %
sódio 1.844,0 mg 76,8 %

Valores diários de referência com base em uma dieta de 2000 kcal ou 8400J. Seus valores diários podem ser maiores ou menores dependendo de suas necessidades energéticas. (**) VD não estabelecido. (***) Informação Não Disponível no momento



Não deixe de provar!