home > ingredientes > pupunha

Pupunha

Sobre a pupunha

É aperitivo, é recheio para várias delícias, mas também pode ser a estrela de um prato principal. Pode ser assado, grelhado ou cozido – independente da sua escolha, ele é sempre gostoso. E não bastasse sua versatilidade à mesa, a pupunha ainda é saudável, acredita?

Quais os benefícios da pupunha?

Seja na salada, risoto, ou transformado num espaguete de pupunha bem levinho, os benefícios do palmito são diversos. Veja só porque ele merece um espaço no seu cardápio:

Rico em fibras alimentares: elas auxiliam no controle dos níveis de açúcar no sangue e na redução do colesterol ruim, reduzindo os riscos de desenvolvimento de doenças do coração e diabetes.

Saciedade lá em cima: as fibras também ajudam a aumentar a sensação de saciedade, evitando exageros e refeições fora de hora.

Fonte de potássio: esse mineral é super importante para o bem-estar, pois é responsável por beneficiar a saúde óssea e muscular. Ele ajuda a regular o metabolismo e combate os sintomas do estresse e da ansiedade. Ou seja, não pode faltar na sua alimentação.

Vitamina C: graças a esse nutriente, o palmito é um aliado do sistema imunológico, prevenindo doenças e infecções.

Músculos reforçados: além da ação do potássio, que também contribui para a saúde muscular, o alimento contém zinco – mineral que ajuda a sintetizar as proteínas, que são fundamentais para os músculos.

Intestino regulado: os alimentos fontes de fibras, como o palmito, ajudam a regular o funcionamento do intestino, prevenindo a constipação e beneficiando o sistema digestivo como um todo.

Qual a diferença entre palmito e pupunha?

Não tem pegadinha: pupunha nada mais é que um tipo de palmito – além do açaí e do juçara. Os três são os chamados coração da palmeira, um cilindro branquinho, macio e muito saboroso. Saiba como diferenciar:

Palmito pupunha: tem um sabor suave, é maior e mais macio em comparação às demais variedades.

Palmito juçara: nativo da Mata Atlântica, é o mais vistoso e carnudo dentre os palmitos.

Palmito de açaí: é bastante macio e suculento, como o Juçara.

O fato é que as três variedades são deliciosas, mas quando o assunto é responsabilidade com o meio-ambiente, não tem pra ninguém – o pupunha é campeão. Isso porque a extração das outras variedades são baseadas na exploração de espécies nativas, levando à extinção das palmeiras.

Dicas de como inserir o alimento no dia a dia

Como você viu, o pupunha é versátil, saboroso e também amigo da natureza. E você pode sair do óbvio na hora de consumi-lo: macarrão de pupunha, lasanha de pupunha, num quiche ou em aperitivos.

Prova disso é que a pupunha cozida aparece aqui na Liv Up em diversos pratos: na moqueca, no risoto num bobó de cogumelo especialíssimo, e até numa empanada, além da tradicional versão em conversa. Nosso palmito é cultivado em uma fazenda própria, com adubação orgânica, 100% natural e processado artesanalmente, sem conservantes ou aditivos químicos. Assim, você tem a certeza de que vai consumir um produto de alta qualidade, produzido em equilíbrio com o meio ambiente. Vem experimentar!



O que é que a pupunha tem?


Ajuda no bom funcionamento do intestino

É fonte de vitamina C e potássio

Rico em fibras alimentares


Porção de 100g Total VD*
valor energético 29,0 kcal 1,5 %
carboidratos 5,5 g 1,8 %
proteínas 2,5 g 3,3 %
gorduras totais 0,5 g 0,9 %
gorduras saturada 0,0 g 0,0 %
gorduras trans 0,0 g ** %
fibra alimentar 2,6 g 10,4 %
sódio 0,0 mg 0,0 %

Valores diários de referência com base em uma dieta de 2000 kcal ou 8400J. Seus valores diários podem ser maiores ou menores dependendo de suas necessidades energéticas. (**) VD não estabelecido. (***) Informação Não Disponível no momento



Não deixe de provar!