home > ingredientes > batata-doce

Batata-Doce

Sobre a batata-doce

Tipicamente latino-americana, a batata-doce é um alimento cheio de atributos. É gostosa, versátil e nutritiva, provando que sabor e saúde podem sim andar de mãos dadas.

Seja qual for o seu tipo de batata-doce favorito, estamos falando de um ingrediente típico da culinária brasileira, cultivado pelos povos originários por todo o continente, da Cordilheira dos Andes até o norte do nosso país.

Aliás, a fama do tubérculo é tanta que chegou até o outro lado do mundo. No Japão, é um alimento também super apreciado. O resultado é que não faltam receitas deliciosas para usar e abusar do talento do alimento, como a versão de batata-doce com páprica da Liv Up.

Quais os nutrientes e vitaminas da batata-doce?

Afinal de contas, batata-doce é bom pra que? O alimento é rico em fibras alimentares, proteínas e ainda vitaminas A, E, C e do complexo B. Fornece também minerais como o cálcio, zinco, magnésio e potássio. E não para por aí: a batata-doce tem baixo teor de gordura, e é fonte de antioxidantes, como o beta caroteno e antocianinas.

Batata-doce tem proteína?

A batata-doce, apesar de ser uma fonte de carboidrato, fornece pequenas quantidades de proteínas. Uma batata de tamanho médio contém dois gramas desse nutrientes.

Benefícios da batata-doce

Quem já gosta do alimento vai ficar ainda mais fã ao descobrir a função da batata-doce pra saúde:

Previne o envelhecimento precoce

A batata-doce, principalmente a alaranjada, é uma ótima fonte de betacarotenos. Contém também vitamina C, um antioxidante que protege as células do corpo contra as informações e os radicais livres.

Intestino funcionando direitinho

Por fornecer fibras solúveis e insolúveis, ajuda a estimular os movimentos do intestino, combatendo a prisão de ventre.

Ganho de massa muscular

Essa história não é à toa. A batata-doce promove o ganho de massa muscular e é uma ótima fonte de energia para quem pratica atividade física.

Colabora com a sua imunidade

Mais uma vez o betacaroteno presente no alimento proporciona benefícios para o organismo. O combo das vitaminas A e C também contribuem para reforçar o sistema imunológico, que combate infecções e outras doenças.

Batata-doce é bom pra diabetes

Apesar de ser uma fonte de carboidratos, ela é rica em fibras, o que resulta um baixo índice glicêmico. Ou seja, tem menor velocidade na absorção do açúcar, evitando picos de glicose. Assim, pode ser uma melhor alternativa que a batata inglesa para quem já é diabético. De qualquer forma, nesses casos é importante consultar um especialista na hora de montar um cardápio.

Aliada da desintoxicação

Graças aos antioxidantes presentes em sua composição, ela ajuda a eliminar as toxinas acumuladas no organismo. Sendo assim, reduz a fadiga, diminui dores musculares e ainda ajuda no reforço da imunidade.

Faz bem pra pele

Quem busca uma pele bonita e saudável deve consumir o alimento regularmente. Isso, por conta de substâncias como a vitamina A, C, e E presentes na batata-doce. Estes compostos protegem contra os danos causados pelo sol e estimulam a produção de colágeno.

Auxilia a reduzir o mau humor

As vitaminas do complexo B presentes na batata-doce desempenham um papel importante para a saúde mental. Afinal de contas, são necessárias para produção da serotonina, hormônio responsável por aquele sensação gostosa de bem-estar e relaxamento.

Prevenção do câncer

As fibras presentes na batata ajudam a fortalecer as bactérias benéficas do intestino, mantendo o equilíbrio da flora intestinal, essencial para prevenção do câncer do intestino. Ela também atua na prevenção de outros tipos de câncer, como o de próstata e de mama, por conta dos antioxidantes que protegem as células dos danos causados pelos radicais livres.

Quais os tipos de batata-doce?

Oba! Ainda tem diversidade: em relação às cores, como a batata-doce roxa e a batata-doce laranja. As variedades mais cultivadas por aqui são: viçosa, campinas, santo amaro, capela, santa-sofia e pindorama.

Apesar de apresentarem diferenças no sabor, coloração e até nutrientes, todas elas têm um alto teor energético e são um verdadeiro coringa na cozinha.

Posso comer todos os dias?

Afinal, qual a quantidade de batata-doce devo comer por dia? Mesmo um alimento tão benéfico deve estar dentro de um contexto alimentar balanceado e ser consumido com equilíbrio. O ideal é ingerir 50 gramas por dia, o que corresponde a uma batata-doce pequena, que fornece pouco mais de 40 calorias.

Batata-doce ajuda a emagrecer?

Apesar de ter doce no nome, ela pode ser uma aliada na perda de peso. Isoladamente, nenhum alimento tem o poder de emagrecer ou engordar, mas ela pode ajudar a controlar a vontade de comer doce, é uma fonte de carboidrato de boa qualidade e de baixo índice glicêmico.

10 maneiras de consumir batata-doce

Fica uma delícia cozida, grelhada, assada… E não tem desculpa pra não usar esse ingrediente na cozinha, afinal de contas, o leque de receitas com batata-doce é grande:

• Chips de batata-doce
• Batata-doce na airfryer
• Purê de batata-doce
• Escondidinho
• Sopa bem cremosa
• Brigadeiro fit
• Bolinho de batata
• Panqueca
• Pão de queijo
• Pão de batata-doce

Quer mais? Na Liv Up tem batata-doce orgânica pra você variar o carboidrato do dia a dia com muita saudabilidade.



O que é que a batata-doce tem?


É fonte de antioxidantes

Favorece o ganho de massa muscular

Fortalece o sistema imunológico


Porção de 100g Total VD*
valor energético 118,0 kcal 5,9 %
carboidratos 28,2 g 9,4 %
proteínas 1,3 g 1,7 %
gorduras totais 0,1 g 0,1 %
gorduras saturada 0,0 g 0,1 %
gorduras trans 0,0 g ** %
fibra alimentar 3,0 g 12,0 %
sódio 9,0 mg 0,4 %

Valores diários de referência com base em uma dieta de 2000 kcal ou 8400J. Seus valores diários podem ser maiores ou menores dependendo de suas necessidades energéticas. (**) VD não estabelecido. (***) Informação Não Disponível no momento



Não deixe de provar!









Quer saber um pouco mais sobre nossos fornecedores de batata doce?


Santa Julieta Bio
Fazenda Santa Julieta


Foi da vontade de plantar o seu próprio alimento e da satisfação em dividi-lo que Rafael Coimbra criou a Sta. Julieta Bio em 2015. O que começou como uma pequena horta para consumo próprio na fazenda da família, se transformou num trabalho de prestar atenção na sustentabilidade de toda a cadeia de produção, desde a semente até a forma de escoar os alimentos. A produção colhe, durante o ano, cerca de 130 variedades entre hortaliças, legumes, temperos, leguminosas e frutas. Só entre julho e dezembro de 2019, Rafael forneceu 4.264kg para a Liv Up!


Produtos:

Batata doce, alho-poró, abóbora brasileira

Família Welendorf
Sítio Até que Enfim


Os bisavós do Aroldo, Fred e Monalisa, já eram agricultores e produziam batata no sistema convencional. O sítio foi passando de geração em geração, até que, entre 2017 e 2018, dois irmãos fizeram a conversão do sítio para a produção orgânica. Atualmente, cada irmão é responsável por parte do cultivo, mas o planejamento de tudo é feito em conjunto. ;)


Produtos:

Batata doce, cenoura, salsinha, mandioquinha